fbpx
28/10/2021

Sexagem fetal: precisão do exame permite a descoberta do sexo do bebê antes da ultrassonografia

Saber o sexo da criança é um dos momentos mais emocionantes para os pais. A escolha do nome, do enxoval, como fazer o quartinho do bebê fazem parte dessa expectativa gerada ao longo do tempo. Agora esta ansiedade acabou! Para isso existe um exame chamado sexagem fetal, uma opção precoce para descobrir o sexo da criança e que não requer prescrição médica.
A Dra. Carla D. Sulzbach, bióloga coordenadora do setor de Genética Médica do Mantis Diagnósticos Avançados, cita que o exame de sexagem fetal pode ser realizado após a oitava semana de gestação, sendo então possível identificar se o feto é menino ou menina. “Este exame não invasivo pode ser feito antes do ultrassom obstétrico (detecta o sexo na 15ª semana de gestação aproximadamente) e conta com 99,99% de exatidão. Além de simples e indolor, o resultado é liberado em poucos dias.”

Como é feito o exame?
O exame de sexagem fetal é feito a partir de uma coleta do sangue da mãe, realizada no Mantis, e por meio da técnica de PCR em tempo real (real time) podem ser identificados fragmentos do DNA do feto que estão na circulação materna. Se identificadas partes do cromossomo Y é menino ou na não presença de Y é menina.
Dra. Carla destaca que o exame de sexagem fetal não é indicado para mulheres que foram transplantadas ou receberam transfusão de sangue nos últimos 6 meses.

 

Você pode se interessar também por:

Whatsapp